O médio Hatem Bem Arfa, aos 43 minutos, e o avançado marfinense Bakary Koné, aos 62 e 78, selaram o triunfo do “onze” comandado por Didier Deschamps, que havia garantido praticamente o apuramento no reduto dos dinamarqueses (3-1), que reduziram pelo suplente brasileiro Almeida, aos 86.

A 11 de Março, na Luz, e a 18, no Velodrome, Benfica e Marselha vão reeditar a meia final da Taça dos Campeões de 1989/90: os gauleses ganharam 2-1 em casa, mas, em Lisboa, a mão do angolano Vata colocou os “encarnados” na final.

O Benfica garantiu terça-feira o apuramento para os “oitavos”, ao receber e golear o Hertha de Berlim por 4-0, com um “bis” do paraguaio Óscar Cardozo e golos do argentino Pablo Aimar e do espanhol Javi Garcia.

Os comandados de Jorge Jesus passaram com um total de 5-1, uma vez que haviam empatado a um golo na Alemanha, onde o argentino Di Maria apontou o tento dos “encarnados”.

Por seu lado, os espanhóis do Atlético de Madrid poderão ser os adversários do Sporting nos “oitavos”, graças a uma vitória por 2-1 no reduto do Galatasaray, com um golo do uruguaio Diego Forlan, aos 90 minutos.

Antes, o internacional luso Simão adiantou o “onze” de Quique Flores, aos 63 minutos, e o marfinense Abdulkader Keita empatou, aos 66.

Os turcos, que haviam empatado 1-1 em Espanha, podem, no entanto, queixar-se de uma grande penalidade flagrante não assinalada aos 79 minutos, por mão do colombiano Luis Perea.

O Sporting joga hoje em Alvalade, frente ao Everton, depois de ter perdido por 2-1 em Liverpool.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.