O Nápoles financiou uma série de obras no balneário do RB Leipzig para que fosse construída uma zona de fumadores dentro do balneário para ser utilizada por Maurizio Sarri. De acordo com a imprensa alemã, o pedido foi feito pelo próprio clube italiano de modo a acomodar o vício do técnico da equipa transalpina.

Para além das alterações ao balneário que foram pagas pelo clube italiano, o Nápoles solicitou ainda que todos os detetores de fumo fossem detetados para evitar que fossem ativados pelo fumo dos cigarros do treinador durante a estadia da equipa italiana que vai defrontar os germânicos na segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

O jornal alemão Bild revela que o vício de Sarri é tão forte que, durante o jogo da primeira mão, o treinador fumou um maço de cigarros inteiro no decorrer da partida que não terminou de forma agradável para a equipa italiana. O resultado é apontado como um dos motivos para a quantidade elevada de cigarros que Sarri fumou.

Recorde-se de que a primeira mão da eliminatória da Liga Europa terminou 3-1 a favor do RB Leipzig perante um Nápoles de muitas poupanças a pensar na Liga Italiana onde é primeiro classificado. A segunda mão joga-se esta quinta-feira na Alemanha e são esperadas mais mudanças por parte Sarri com muitos dos habituais titulares a ficarem de fora da partida.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.