O internacional holandês de origem cabo-verdiana, David Mendes da Silva jogou quatro épocas no AZ Alkmaar e conquistou o título de campeão da Holanda. Em 2006 participou no segundo jogo do AZ frente a equipas portuguesas depois do apuramento leonino para a Taça UEFA em 2005. 
Atualmente, o  internacional holandês de 31 anos joga no Panathinaikos da Grécia, mas não esquecerá a sua passagem pelo clube que amanhã defronta o Benfica.
“O AZ Alkmaar é um histórico do futebol holandês que tem feito boas prestações na UEFA. Há oito anos, contra o Sporting, quase conseguiu ir à final se não tivesse sido aquele golo no último minuto”, começa por dizer David Mendes da Silva sobre as prestações europeias do clube holandês.
“Nos últimos oito anos o AZ tem estado bem na liga holandesa e é um clube que tenta sempre ir longe nas competições europeias. Este ano têm uma nova equipa com jovens jogadores porque há dois anos tiveram problemas antes de eu sair, assim como outros jogadores, mas conseguiram construir uma nova equipa com a mesma filosofia de um futebol de ataque com muita pressão”, relembrou ao SAPO Desporto.
“Na Europa tiveram alguma sorte em não encontrar grandes clubes europeus, mas agora vão jogar contra o Benfica", acrescenta o médio holandês de origem cabo-verdiana.
David Mendes da Silva sobre Dick Advocaat :“Basta preparar bem o jogo taticamente e seja o que Deus quiser”
Em 2007, Dick Advocaat, atual treinador do AZ Alkmaar, chegou ao clube holandês pela primeira vez para substituir Ronaldo Koeman, ex-treinador do Benfica. No final da época, Dick Advocaat vai sair do clube e para David Mendes da Silva, dada a situação do AZ no panorama interno holandês, o treinador vai querer sair a vencer.
“Conheço o Dick Advocaat, já trabalhei com ele no AZ Alkmaar. Ele tem aquela mentalidade de vencedor, e como eles já não podem vencer nada na Holanda, pois estão em sétimo lugar e foram afastados da Taça e só lhes resta a Liga Europa, por isso vão fazer tudo para vencer o que é difícil, mas sei como o Advocaat pensa e sei que é “dois jogos e uma bola”, referiu David Mendes da Silva que trabalhou com o técnico de 66 anos no clube holandês.
“Ele é muito competente taticamente e tenta colocar os jogadores de mente vazia durante os jogos para os libertar da pressão de vencer, o que por vezes é a receita indicada porque se alcança resultados. Acho que os jogadores sabem bem quem é o Benfica, pois é uma equipa que perdeu a final da época passada. Acho que o treinador não precisa de dizer muita coisa, basta preparar bem o jogo taticamente e seja o que Deus quiser”, acrescentou ao testemunho sobre Dick Advocaat.
Sobre o jogo em si, David Mendes da Silva espera um "jogo aberto" mas com alguma "contenção" e "respeito" pelo Benfica por parte do AZ Alkmaar.
“Estou à espera de um jogo aberto, mas creio que o AZ Alkmaar vai jogar muito compacto porque respeitam muito o Benfica. Não vão dar muito espaço para um jogo aberto como normalmente fazem, mas creio que vão tentar sempre que puderem ir lá à frente para marcar golos, pois essa é a sua filosofia de jogo, assim como o Benfica, por isso perspectivo um jogo muito agradável. Claro que o Benfica é favorito, têm muita experiência na Europa com jogadores de muita qualidade e jovens. Mas o AZ Alkmaar sabe disso e não tem nada a perder por isso a pressão está do lado do Benfica", sentenciou David Mendes da Silva ao SAPO Desporto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.