Além do Benfica, vencedor do Liverpool, também ganharam vantagem ligeira o Hamburgo e o Fulham, ante Standard Liège e Wolfsburgo e igualmente por 2-1.

O único empate (2-2) aconteceu no "duelo" espanhol, em Mestalla, entre Valência e Atlético Madrid, com o português Simão Sabrosa a titular, e com Manuel Fernandes a apontar um dos golos valencianos.

Na Luz, naquela que era apontada por muitos como a "final antecipada", o Benfica começou a perder (golo de Daniel Agger), mas depois virou o resultado, beneficiando da vantagem numérica, após expulsão do holandês Ryan Babel, aos 30 minutos.

O paraguaio Oscar Cardozo bisou pelo Benfica, com ambos os tentos na cobrança de grandes penalidades, aos 59 e 79 minutos.

Em Valência o Atlético de Madrid, treinado pelo ex-técnico do Benfica, o espanhol Quique Flores, conseguiu um bom empate (2-2), podendo agora passar com um "nulo" no Vicente Calderon.

Após uma primeira parte sem golos, o Atlético Madrid adiantou-se por Diego Forlán, antes do empate, feito pelo internacional portugês Manuel Fernandes.

 Antonio Lopez voltou a dar vantagem aos "colchoneros" e David Villa empatou, mais uma vez.Em Hamburgo, no cenário da final da Liga Europa, a 12 de Maio, adiantou-se o Standard, com o golo de Dieumerci Mbokani. Respondeu o clube alemão com os tentos de Mladen Petric, de grande penalidade, e Ruud van Nistelroy.

Quanto ao Wolfsburgo, só conseguiu "respirar de alívio" no último minuto, com o golo de Alexander Madlung, a amenizar a desvantagem, após golos de Bobby Zamora e Damien Duff.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.