O Sporting de Braga confirmou hoje a qualificação para os 16 avos de final da Liga Europa de futebol, ao empatar (3-3) com o Wolverhampton, enquanto o FC Porto venceu (2-1) o Young Boys e ficou mais perto.

Concluídos grande parte dos encontros da quinta jornada, os bracarenses e também os ingleses do Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, juntam-se a um lote de apurados, no qual já constam Espanyol, Manchester United, Sevilha, Celtic, Gent e Wolfsburgo.

No Estádio Municipal de Braga, a formação treinada por Ricardo Sá Pinto colocou-se em vantagem através do médio português André Horta (06), porém os ingleses operaram a reviravolta com tentos de Raúl Jiménez (14), Matt Doherty (34) e Adama Traore (35), resultado que não impediu os 'arcebispos' de chegarem à igualdade final, por Paulinho (64) e Fransérgio (79).

Na equipa inglesa, foram titulares os portugueses Rui Patrício, Rúben Neves, João Moutinho, Diogo Jota, enquanto Pedro Neto e Rúben Vinagre entraram no decorrer da partida.

O empate permitiu ao Sporting de Braga tornar-se no clube português com maior número de jogos seguidos sem perder nas provas europeias, com 12, mantendo-se na liderança do grupo K, com um ponto de vantagem sobre o adversário de hoje, que segue igualmente para a fase seguinte.

Na mesma ‘poule’, o Besiktas, já sem hipóteses de passar a fase de grupos, alcançou a primeira vitória na prova, ao vencer em casa do excluído Slovan Bratislava, por 2-1.

Em Berna, na Suíça, o FC Porto teve a vida muito complicada no grupo G e com um pé quase fora da prova perante o Young Boys, que inaugurou o marcador bem cedo, por Fassnacht (06), mas um ‘bis’ do avançado camaronês Aboubakar, aos 75 e 79 minutos, fez renascer os ‘dragões’ e, consequentemente, ficarem em boa posição para seguirem em frente.

Assim, a formação de Sérgio Conceição subiu ao segundo posto com sete pontos, os mesmos que o Young Boys, terceiro, mas estes estão com desvantagem no confronto direto, enquanto os escoceses do Rangers, que hoje não foram além de uma igualdade a dois golos no reduto do Feyenoord, lideram com oito pontos, e os holandeses são quartos com cinco.

A depender só de si, o FC Porto recebe o Feyenoord na última ronda, com a vitória na mente para assegurar a qualificação, sendo que, em caso de derrota ou empate, fica a depender do que acontecer no encontro entre Rangers e Young Boys.

Em território turco, a Roma, de Paulo Fonseca, resolveu o desafio perante o Basaksehir ainda dentro do primeiro tempo, com tentos de Jordan Veretout (30), de grande penalidade, Justin Kluivert (41) e Edin Dzeko (45+1), que permite ao conjunto romano saltar para a liderança da ‘poule’ J, em igualdade pontual com o Borussia Moenchengladbach, ambos com oito pontos, depois de também ter superado pela margem mínima (1-0) o eliminado Wolfsberger, da Áustria, último, com quatro.

No grupo I, o Gent, da Bélgica, com um empate sem golos frente aos franceses do Saint Étienne, e o Wolfsburgo, da Alemanha, face a uma vitória (1-0) no reduto dos ucranianos do Oleksandriya, garantiram hoje a presença nos 16 avos, o mesmo sucedendo com o AZ Alkmaar, no grupo L.

Basileia, com 10 pontos, Krasnodar e Getafe, ambos com nove, estão todos bem encaminhados para garantirem duas de três vagas no grupo C, contudo tudo só ficará decidido na última jornada, depois de hoje os russos terem derrotado os suíços (1-0) e os espanhóis terem vencido fora o Trabzonspor pelo mesmo resultado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.