O SC Braga venceu, esta quinta-feira, o Hoffenheim por 3-1 e garantiu assim um lugar nos 16-avos-de-final da Liga Europa.

Sabendo de antemão da importância do momento, Abel Ferreira já tinha avisado que queria carimbar desde já o apuramento para os 16 avos de final da Liga Europa. "É uma oportunidade que temos de garantir", afirmou o técnico na conferência de imprensa do dia anterior.

Já o 6º classificado na Bundesliga procurava fugir à crise de resultados, uma vez que tinha somado apenas uma triunfo em seis jogos, e queria vingar a derrota da primeira volta na Alemanha frente aos arsenalistas, com golos de João Carlos Teixeira e Dyego Sousa.

Abel Ferreira fez apenas duas alterações em relação à partida com o Rio Ave: Lançou José Carlos Teixeira e Paulinho.

Ainda os adeptos se sentavam nas bancadas e o SC Braga entrava em campo praticamente a ganhar. Marcelo Goiano deu vantagem aos arsenalistas, logo no primeiro minuto, no melhor que podia a acontecer à equipa de Abel Ferreira.

Os alemães responderam pouco depois, num remate às malhas laterais (4 minutos) de Kramaric.

A equipa portuguesa fez uma óptima primeira parte, com uma atitude muito pressionante e a não deixar jogar os alemães.

Com o controlo do jogo na posse da equipa da casa, o encontro caiu de ritmo e as tentativas de alvejar a baliza surgiam através de remates de meia distância pelo lado de Jefferson, e por Kramaric ou de Nordtveit do lado do Hoffenheim.

Na segunda parte, os alemães tentaram correr atrás do prejuízo. Ao invés, o SC Braga baixou o bloco defensivo, de forma, a fechar a porta da baliza perante um resultado que a favorecia.

Mas o atual 6º classificado da Bundesliga queria confirmar o seu estatuto e tentou tudo para chegar ao empate.

Primeiro foi Gnabry que falhou o golo, quando tinha a baliza à mercê num remate em arco. Depois foi Uth que isolado frente a Matheus não conseguiu desfeitear o guardião do SC Braga.

Cheirava a golo alemão, que acabou por surgir à passagem do minuto 75. Livre de Demirbay e Uth fez o 1-1.

Com o Hoffeheim a saber que só a vitória lhe interessava, os alemães foram à procura de novo tento, mas também deixavam espaços nas costas da sua defesa. Ao minuto 81, a equipa bracarense aproveitou os espaços para se colocar novamente na frente do marcador. Desmarcação de Ricardo Esgaio pelo lado direito e Fransérgio finalizou para o 2-1.

Já no período de descontos, depois de um erro da defensiva do Hoffenheim, de novo Fransérgio, sem o guarda-redes na baliza, colocou de muito longe a bola no fundo das redes. Gesto de classe do jogador de SC Braga que assim bisou e fez  o 3-1.

Grande noite para o SC Braga que assim segue em frente na Europa do futebol. Os bracarenses estão na liderança do grupo com 10 pontos. Seguem-se o Ludogorets Razgrad, com oito pontos e o Istanbul Basaksehir com cinco. O Hoffenheim está no quarto lugar, com quatro pontos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.