O SC Braga continua a ser a melhor equipa portuguesa nas provas da UEFA. Os minhotos voltaram a vencer o Besiktas, agora por 3-1, em jogo da 4.ª jornada do Grupo K.

No outro jogo do grupo a 'armada' portuguesa do Wolverhampton vebnceu na receção ao Slovan Bratislava por 1-0, golo de Rúben Neves.

O SC Braga entrou em campo sabendo que uma vitória o deixaria muito perto dos 16-avos-de-final da prova. Depois do triunfo em solo turco, era importante voltar a bater o Besiktas em casa, dando sequência a boa campanha europeia, algo que não tem tido correspondência a nível interno.

Os minhotos entraram a ganhar, graças ao golo de Paulinho logo aos 15 minutos, depois de um canto de Sequeira. Mas aos 29 minutos, Tyler Boyd, ex-Vitória de Guimarães, empatou a partida, num remate depois de sentar Sequeira. O norte-americano voltava a marcar aos minhotos, tal como tinha feito na Turquia.

Mas ainda no primeiro tempo os minhotos passaram para a frente do marcado, com Paulinho a bisar: Galeno acelerou, colocou no português que desviou para o 2-1.

O Besiktas vai ficar em situação difícil antes do intervalo, com a expulsão com vermelho direto do holandês Lens, depois de uma falta dura sobre Paulinho.

Com mais um e a ganhar, o SC Braga criou várias situações para marcar. Karius, guarda-redes emprestado pelo Liverpool ao Besiktas, negou o golo a Palhinha, Wilson Eduardo e Rui Fonte.

Aos 81 minutos, Wilson Eduardo 'matou' o jogo com o 3-1, num desvio de cabeça.

No outro jogo do grupo, o Wolverhampton, com Rui Patrício, Rúben Neves, João Moutinho, Rúben Vinagre e Pedro Neto no onze, venceu por 1-0 na receção aos checos do Slovan Bratislava, golo marcado por Raul Jiménez aos 93 .

Lidera o Braga com dez pontos, seguido do Wolves com nove, Slovan com quatro e Besiktas sem pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.