A goleada por 5-1 no jogo anterior do grupo C sublinhou a evidente superioridade do Sporting sobre o Gent e até sobre os restantes adversários do agrupamento. Todavia, esse estatuto não esteve hoje no Jules Ottenstadion, onde a equipa de Paulo Sérgio se mostrou longe das boas exibições apresentadas nos últimos jogos e somou o seu primeiro desaire na Liga Europa.

A sequência de sete jogos sem derrotas e o melhor registo da época até ao momento redundou numa exibição cinzenta dos leões. Com sete mudanças no onze que venceu a União de Leiria no último jogo do campeonato, Paulo Sérgio arriscou… mas não petiscou. 

A falta de rotinas e entendimento entre vários jogadores, nomeadamente entre Saleiro e Yannick, e Zapater e André Santos ficou diversas vezes à vista e o Gent provou hoje a sua sede de vingança.

O Sporting até podia ter escrito uma história completamente diferente para esta partida, caso Saleiro não tivesse falhado uma ocasião clara de golo logo aos 4’, quando estava isolado perante Jorgacevic, mas o remate saiu à figura do guardião do Gent.

“Quem não marca, sofre”. Assim foi uma vez mais e na resposta, os ‘Búfalos’ – alcunha pela qual a equipa belga é conhecida – chegaram ao golo. Abel comete grande penalidade aos 7’ e Smoulders fez o 1-0, sem hipóteses para Hildebrand. 

O golo sofrido deixou o Sporting nervoso e o Gent podia ter chegado ao segundo golo. No entanto, a reacção leonina cresceu com o tempo e Saleiro materializou o empate de cabeça, aos 38’, na resposta a um belo cruzamento do estreante Cédric.

O Sporting tardou a vincar a sua vontade de carimbar já hoje o passaporte para os 16-avos-de-final da Liga Europa e na segunda parte acabou por claudicar. As boas indicações antes do intervalo esfumaram-se e a expulsão de Abel, aos 77’ marcou a queda inapelável dos leões.

Os suplentes Conté e Arbeitman saltaram do banco para brilhar e fizeram aos 79’ e 82’ os segundo e terceiro golos do Gent, deitando por terra as aspirações leoninas. Com o marcador em 3-1 e o apito final iminente, o Sporting já não conseguiu encontrar o caminho da felicidade que o triunfo lhe daria, apesar das mexidas ainda efectuadas por Paulo Sérgio.

Face ao empate entre Levski Sófia e Lille (2-2), o Sporting mantém a liderança, com nove pontos, mas só pode carimbar o apuramento na próxima jornada, diante do Lille, em Alvalade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.