Em declarações ao SAPO Desporto, Tonel comentou o resultado do sorteio da Liga Europa, que coloca o Dínamo de Zagreb no caminho do Benfica nos oitavos de final da competição. O antigo central, que teve uma passagem pelo clube croata (entre 2010 e 2012), considera que o Benfica é favorito na eliminatória, mas acredita que os campeões croatas poderão criar dificuldades aos encarnados sobretudo no jogo em Zagreb.

"[O Dínamo] não é um 'habitué' destas fases da Liga Europa, mas não deixará ser uma equipa difícil para o Benfica, já que para chegar aqui teve que eliminar várias equipas, agora eliminou o [checos] Viktoria Plzen", começou por dizer o antigo central, que alerta para o ambiente que será criado pelos adeptos locais no jogo da primeira mão na capital croata.

"É uma equipa que vai criar dificuldades principalmente na Croácia porque os adeptos ajudam e são fervorosos, principalmente numa competição europeia, num nível em que eles poucas vezes chegaram. Por isso acredito que o Benfica terá alguma dificuldade", considerou.

O prestígio do Benfica nas competições europeias também vai funcionar como factor motivador para o Dinamo que não está habituado a estas andanças nas competições europeias. Por isso mesmo, Tonel avisa para a 'motivação extra' do campeão croata na eliminatória. "O Benfica é um adversário que tem nome e tem prestígio na Europa e o Dínamo vai encarar esse adversário com muita responsabilidade e vão estar muito motivados".

Com experiência na Liga croata, onde atuou durante duas temporadas, Tonel considera que a competição não está ao nível do campeonato português, dando o exemplo do Dínamo, que se tem sagrado campeão quase todos os anos de forma "quase natural".

"Se formos ver o campeonato croata, daqui a pouco o Dínamo é campeão e isso é o normal, algo que não era assim até há uns anos atrás. A competitividade do campeonato croata é muito diferente do campeonato português. O Dínamo ser campeão na Croácia é natural", analisou o antigo defesa, que considera que essa falta de rotação poderá ajudar o conjunto de Bruno Lage.

"Nas competições europeias o Dínamo vai ter sempre mais dificuldade porque encontra  equipas de outro nível. Daí eu achar que o Benfica parte como favorito, sabendo que do outro lado há uma equipa que para chegar a esta fase teve que estar muito bem, ao eliminar equipas boas, e por isso nunca será uma eliminatória fácil para o Benfica".

No entanto, Tonel acredita que o Dínamo foi "um dos melhores adversários que podia ter calhado nesta fase da prova" e acredita que o Benfica pode chegar longe na Liga Europa. Contudo, o ex-jogador frisa que o "mais importante para [os encarnados] é estar focado nesta eliminatória".

A primeira mão dos oitavos de final entre o Dínamo e o Benfica disputa-se no dia 7 de março em Zagreb. No dia 14 de março tem lugar a segunda mão no estádio da Luz.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.