Tonel, antigo jogador do Sporting, analisou a eliminação dos leões nos 16 avos da Liga Europa, frente ao Villarreal.

O antigo central considera que a expulsão de Jefferson no empate de ontem (1-1) acabou por condicionar o resultado da eliminatória.

"A expulsão condicionou. Ficar sem menos um jogador com 30 ou mais minutos para jogar, condiciona como é óbvio. Acredito que o Sporting podia ter passado se o Jefferson não tem sido expulso. Mas entrando nos 'ses' no futebol vale o que vale. O árbitro decidiu e o Sporting mesmo a acabar tem uma oportunidade pelo Bas Dost. Foi uma eliminatória muito dividida. Mas o mal do Sporting não foi ontem, foi a derrota em casa que deixou um fardo demasiado pesado", analisou o jogador que considera que agora o Sporting terá que se focar nas competições em que está envolvido, campeonato e Taça de Portugal.

"Agora o Sporting tem o campeonato, onde pode melhorar o seu nível exibicional e em que pode tentar subir um pouco na tabela e tem outras coisas para se agarrar".

Questionado sobre se o 3-4-3 de Marcel Keizer, o antigo central considera que é um sistema para "manter", já que a equipa tem demonstrado "maior consistência a nível defensivo".

"O factor surpresa no jogo com o SC Braga foi determinante, foi importante para que as coisas tivessem corrido bem. Correu bem, ontem [frente ao Villarreal] continuou a aposta. Penso que o Sporting não fez um mau jogo. Acredito que nos próximos jogos irá manter. Agora com uma linha de 3/5, acho que as coisas têm funcionado melhor sabendo que não é só a linha de 3 ou de cinco que defende mas é a equipa toda. Mas parece a equipa parece estar mais consistente no processo defensivo, com cinco em vez de quatro, Agora acredito que todos os sistemas são bons se forem bem trabalhados e interpretados e os jogadores fizeram o que o treinador pede".

Instado a comentar a contratação de Ilori, o ex-central acredita que o jogador de 25 anos ainda está em fase de adaptação.

"Está ainda numa fase de adaptação. Surpreendeu-me ter deixado o André Pinto de fora e ter apostado mais no Tiago Ilori. É uma opção e não tem corrido mal. A vantagem do treinador é saber o momento de cada jogador. Nestes últimos dois jogos, o Sporting só sofreu um golo e acredito que o Illori com mais jogos e adquirindo rotinas vai melhorar a sua prestação", concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.