O treinador do Arsenal, Unai Emery, assegurou hoje, na conferência de imprensa de lançamento da final da Liga Europa de futebol, que o objetivo da equipa é passar a figurar entre as 10 melhores do mundo.

Questionado se pretendia superar o treinador que o antecedeu no cargo, Arséne Wenger, expressou respeito pelo técnico francês: “O que ele fez no Arsenal foi incrível. Deu a esta equipa uma nova cultura de futebol e eu quero manter isso. Aprendi muito com ele como treinador e tenho-lhe muito respeito.”

Sobre a possibilidade de aceder à Liga dos Campeões Europeus através da conquista da Liga Europa, cuja final se disputa em Baku, na quarta-feira, frente ao Chelsea, o treinador espanhol admitiu que esse é outro objetivo que pretende alcançar.

“Vai ser difícil. Temos a possibilidade e a responsabilidade de consegui-lo, de ganhar um título e de nos qualificarmos para a Liga dos Campeões do próximo ano. Tudo faremos para isso”, disse Unay Emery, que pode conquistar a quarta Liga Europa depois das três que alcançou como treinador do Sevilha.

Emery elogiou ainda o guarda-redes checo Petr Cech, que se retirará do futebol após esta final de Baku, mas não quis esclarecer se aquele iria ser titular: “Respeito-o muito. É incrível, primeiro como pessoa e depois como guarda-redes. Merece que confiemos nele, a sua carreira prova que é um cavalheiro. Pode ser que seja titular, ou não, logo decidirei.”

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.