O ministério e a prefeitura de polícia de Paris (PP) falaram de um número de detenções “sem precedentes” para um jogo de futebol deste tipo.
Entre estas 249 interpelações, apenas duas pessoas são adeptos do Saint-Etienne, revelaram as mesmas fontes.

Grupos que reúnem várias centenas de pessoas formaram-se cerca das 17h30 (18h30 em Lisboa) na porta de Auteuil e na porta de Boulogne, no exterior do Parque dos Príncipes, em Paris, durante a primeira jornada do Campeonato francês.

Segundo testemunhas, houve confrontos com a polícia que carregou e utilizou gás lacrimogéneo para dispersar os grupos de adeptos.

Um novo plano de segurança foi criado pelo PSG para acabar com a violência dos adeptos.

Revelado em Maio após uma desastrosa temporada no campeonato, o plano prevê nomeadamente uma distribuição aleatória dos lugares e o fim provisório das assinaturas nas superiores para acalmar os ocupantes das bancadas Auteuil e Boulogne em guerra aberta há vários anos.

O plano prevê também uma política de convites em massa e de bilhetes adaptados, que permitam o regresso das famílias.

Do seu lado, o ministério do Interior comprometeu-se a lutar contra o vandalismo, prometendo tolerância zero em relação aos adeptos problemáticos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.