O treinador Christophe Galtier, que levou o Lille a sagrar-se campeão francês de futebol, anunciou hoje, em entrevista ao jornal L'Equipe, a saída do emblema no qual atuam os portugueses José Fonte, Tiago Djaló, Xeka e Renato Sanches.

Depois de erguer o troféu no passado domingo, após vencer por 2-1 em casa do Angers, na 38.ª e última jornada, o técnico gaulês considerou que “já cumpriu o seu tempo ao leme do clube”.

“Tenho simplesmente a firme convicção de que cumpri o meu tempo aqui [no Lille]. A qualidade do plantel para a próxima temporada ou a situação económica do clube não estão ligadas à minha saída. Está ligada a mim mesmo. Depois das últimas quatro temporadas, sinto que este é o momento”, afirmou Christophe Galtier, ao diário desportivo.

O técnico, de 54 anos, que em França também já orientou o Saint-Étienne, deixou claro que “não quer cair na rotina” e revelou que já foi abordado por cinco emblemas, sendo que desses apenas estaria interessado nos também franceses do Lyon e Nice, bem como nos italianos do Nápoles.

Os três clubes mencionados ficaram sem técnicos nos últimos dias, com o romeno Adrian Ursea a deixar o Nice, Rudi Garcia o Lyon e Gennaro Gattuso, oficializado hoje na Fiorentina, o Nápoles.

Num total de 152 jogos à frente do Lille, Galtier obteve 78 vitórias.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.