Jean Michel Aulas, presidente do Lyon, lamentou a “desvantagem” das equipas francesas nas provas da UEFA, depois de a liga gaulesa ter dado a época por concluída, devido à pandemia de covid-19, com 10 jornadas por disputar e com o título entregue ao Paris Saint-Germain.

O presidente do Lyon voltou a lamentar a suspensão do campeonato francês, considerando que a decisão, ao contrário dos procedimentos de outros países, foi “prematura e não totalmente legal”.

“Esta crise significa perdas de 900 milhões de euros para o futebol francês nesta temporada. E isso pode marcar-nos para a vida toda. Na Europa somos uma exceção. Não sei quem pode sobreviver”, enfatizou.

O campeonato francês de futebol, tal como o holandês, foi cancelado, enquanto países como Alemanha, Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal preparam o regresso à competição e à conclusão das provas, suspensas desde março devido à covid-19.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 276 mil mortos e infetou mais de 3,9 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de 1,3 milhões de doentes foram considerados curados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.