A Federação Francesa de Futebol (FFF) confirmou hoje a limitação a 20 equipas da principal liga do país durante as próximas quatro temporadas, em assembleia-geral realizada por videoconferência.

A decisão, que mereceu 82,3% dos votos favoráveis, confirma a que foi tomada pela Liga Francesa de Futebol, de manter a competição com 20 clubes, e põe fim às pretensões de Amiens e Toulouse, que pretendiam o alargamento da competição a 22 equipas.

Na terça-feira, reunidos em assembleia-geral, os clubes profissionais votaram contra o alargamento da competição, que foi interrompida em março e depois dada como finalizada prematuramente em abril, devido à pandemia da covid-19.

Antes, a Liga de clubes e a FFF já tinham declarado o Paris Saint-Germain campeão e anunciado as despromoções de Amiens e Toulouse, os dois últimos classificados quando a competição foi suspensa.

O Conselho de Estado, a mais alta instância jurídico-administrativa em França, manteve o cancelamento definitivo da Liga, mas suspendeu as despromoções do Amiens e do Toulouse.

O Conselho questionou a Liga para avaliar a possibilidade de existir na próxima época um campeonato alargado a 22 equipas, tendo em conta que Lorient e Lens foram, após o cancelamento, promovidos da Ligue 2.

A pandemia de covid-19 já provocou quase 484 mil mortos e infetou mais de 9,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.