O Marselha teve hoje de ‘suar’ para vencer o Brest (3-1), num encontro da 29.ª jornada da Liga francesa de futebol, em que os golos decisivos surgiram na reta final, possibilitando a subida provisória ao quinto lugar.

Os tentos que valeram os três pontos no Vélodrome foram marcados pelo avançado Florian Thaunvin, aos 88 minutos, e pelo suplente utilizado Mickael Cuisance (90+2), já fora de horas.

O avançado polaco Milik (45+1), contração de ‘inverno’ do emblema do sul de França, abriu o ativo em tempo de compensação da primeira parte, uma vantagem anulada, já no segundo tempo, por Lilian Brassier, aos 71.

Esta vitória permite ao Marselha ascender ao quinto lugar, somando, agora, 45 pontos, menos 10 do que o quarto colocado Mónaco, que ainda não jogou.

Contudo, caso o Lens (sexto, 44) vença o Metz no domingo, a formação orientada pelo argentino Jorge Sampaoli perde a posição que dá acesso aos lugares europeus. Já o Brest é 13.º, com 34.

No primeiro encontro do dia, o Saint-Étienne foi ao campo do Angers vencer pela margem mínima (1-0), com o único golo a ser apontado pelo tunisino Wahbi Khazri (52), três minutos antes de Lois Diony ter restabelecido o empate, num golo que acabou por ser anulado pelo videoárbitro (VAR).

Depois de quatro jogos sem perder para a Ligue 1, os anfitriões, que hoje tiveram o contributo do português Mathias Pereira Lage, desde o minuto 58, voltaram a fracassar, mas mantêm o nono posto, com 39 pontos, enquanto o Saint-Étienne tem 33 e está na 16.ª posição.

A Liga francesa é liderada de forma isolada pelo Lille, com 62 pontos, contra os 60 dos segundos classificados Paris Saint-Germain e Lyon, que já nesta ronda empatou a um golo em Reims.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.