Um autogolo de Ramy Bensebaini permitiu hoje ao Marselha empatar 2-2 e evitar uma surpreendente derrota na receção ao Rennes, em jogo da terceira jornada da liga francesa de futebol.

Sem poder contar com o internacional português Rolando por lesão, o técnico Rudi Garcia viu o Marselha ficar com dois golos de desvantagem no marcador por causa de um final de primeira parte desastroso.

Primeiro, o central francês Adil Rami cometeu, aos 38 minutos, uma falta para grande penalidade, que Bourigeaud aproveitou para fazer o 1-0 a favor de Rennes. Depois, já nos 'descontos' antes do intervalo, um erro da defesa deixou espaço e tempo para Ismaila Sarr apontar o segundo golo dos visitantes.

Para o segundo tempo, aguardava-se uma reação enérgica dos anfitriões e estes deram o primeiro passo com o tento do avançado Lucas Ocampos, aos 54, beneficiando de um ressalto adversário para finalizar.

Ato contínuo, Rudi Garcia tentou forçar a recuperação do Marselha com a entrada do ex-avançado do Benfica Kostas Mitroglou. Contudo, o empate final surgiu da forma mais feliz e acidental possível, com o tento na própria baliza de Bensebaini, aos 72, num desvio de cabeça que traiu o guarda-redes Tomás Koubek. O empate deixou as duas equipas no nono lugar, com quatro pontos.

Nos outros dois jogos de hoje, o vice-campeão Mónaco 'escorregou' na deslocação ao terreno do Bordéus, com uma derrota por 2-1, enquanto o Lille superou o Guingamp, por 3-0, com um golo do médio português Xeka.

A formação monegasca, comandada por Leonardo Jardim e com o médio ofensivo luso Rony Lopes no 'onze', averbou a primeira derrota na competição, depois de já ter cedido um empate na ronda anterior. Na partida de hoje, um golo do jovem Pietro Pellegri, de 17 anos foi insuficiente para contrariar o 'bis' de Kamano, concluído já além dos 90 minutos.

Por outro lado, os portugueses do Lille saíram mais satisfeitos desta ronda, após a vitória clara por 3-0 sobre o conjunto de Pedro Rebocho. José Fonte e Xeka foram titulares no Lille e o médio abriu o ativo logo aos sete minutos. Os outros golos foram anotados por Bamba, num jogo em que o Guingamp acabou com 10 elementos, face à expulsão de Kerbrat.

Graças a este triunfo, o Lille subiu ao terceiro lugar, com sete pontos, enquanto o Mónaco está no grupo de equipas empatadas na nona posição, com quatro pontos. Já o Bordéus somou os primeiros três pontos e ocupa o 15.º posto, numa classificação fechada pelo lanterna-vermelha Guingamp (zero pontos) e liderada por PSG e Dijon, ambos com nove.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.