O Mónaco venceu hoje o Paris Saint-Germain (PSG) 3-2, na 11.ª jornada da I Liga francesa de futebol, após estar a perder ao intervalo por 2-0, reviravolta consentida pelos parisienses, que 'desligaram' do jogo na segunda parte.

A equipa comandada por Thomas Tuchel sentiu grandes dificuldades nos primeiros 25 minutos, perante um Mónaco agressivo, a pressionar em zonas altas do campo, mas, de repente, o fenómeno Kilyan Mbappé surgiu no jogo e 'fuzilou' o guarda-redes italiano Vito Mannone.

O golo perturbou a equipa do Principado, a qual, na ânsia de chegar ao empate, abriu espaços no seu meio-campo e o PSG fez o 2-0, aos 37 minutos, na execução de um penálti cobrado Mbappé, depois de uma falta sobre Raphinha na área. Os parisienses ainda introduziram a bola na baliza mais duas vezes, mas Moise Kean e Mbappé estavam em fora da jogo por milímetros.

Os campeões de França parecia ter o jogo na mão, mas a equipa, que antes do jogo levava seis pontos de vantagem sobre o segundo classificado, o Lille, decidiu 'desligar' da partida, simplesmente.

O Mónaco entrou com tudo na segunda parte para dar a volta ao resultado e as entradas do brasileiro Caio Henrique e do espanhol Cesc Fabregàs deram outra dinâmica à equipa.

A reviravolta aconteceu mesmo, com golos de Kevin Volland, aos 52 e 66, aproveitando erros incríveis da defesa parisiense, e de Fabregàs, aos 84, de penálti, este literalmente oferecido pelo central Abdou Diallo, que viu o cartão vermelho.

Pelo Mónaco foi titular o internacional português Gelson Martins, substituído aos 90+3, e pelo PSG alinhou o ex-capitão do FC Porto, Danilo Pereira, que daria o lugar, aos 68 minutos, ao argentino Leandro Paredes.

De destacar ainda a entrada de Neymar, que vem de uma lesão que o afastou durante várias semanas da equipa, aos 60 minutos, a render Di Maria, e a saída de Mbappé, aos 68 minutos, já a ser poupado por Tuchel para o jogo de quarta-feira, frente aos alemães do Leipzig, para a Liga dos Campeões.

Apesar da derrota, o PSG manteve a liderança do campeonato com 25 pontos, enquanto o Mónaco subiu, provisoriamente ao segundo lugar, com 20, mais um do que o Lille, que é terceiro e recebe no domingo o Lorient, e mais dois do que o Marselha, de André Villas-Boas, que tem menos dois jogos.

No outro jogo do dia, o Bordéus foi vencer a casa do Rennes por 1-0 e subiu ao 11.º lugar, com 15 pontos, enquanto os anfitriões conservam para já o quinto posto, com 18.

*Artigo atualizado

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.