O possível regresso de Neymar ao Barcelona continua a dar que falar em Espanha. De acordo com o jornal Mundo Deportivo, o clima de tensão que se vive no balneário dos parisienses, entre o internacional brasileiro e o diretor desportivo, Leonardo, tornou-se "insustentável", pelo que o avançado não descarta a possibilidade de forçar a sua saída no final da época.

A relação entre o jogador e o dirigente piorou nas últimas semanas, pelo facto de Neymar ter sido poupado dos jogos que antecederam o duelo contra o Borussia Dortmund, da Liga dos Campoeões, mesmo quando já estava recuperado de lesão. Por outro lado, o internacional brasileiro não esconde a vontade de regressar a Camp Nou.

Embora Neymar esteja vinculado ao PSG até 2022, existe uma cláusula ("período protegido") que permite a qualquer jogador abandonar um clube num "período de três temporadas" após a assinatura de um contrato, mediante o pagamento de uma indemnização.

Esta indemnização tem em conta o preço da aquisição do jogador (222 milhões de euros, no caso de Neymar), a amortização da transferência e o ordenado bruto que lhe resta auferir, pelo que, segundo as contas do Barcelona, deverá rondar os 180 milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.