Bem se pode dizer que os colegas de equipa não foram aparentemente 'Nice' com Kasper Dolberg. O avançado dinamarquês chegou esta temporada ao clube francês e foi roubado no balneário da própria equipa.

Kasper Dolberg ficou sem um relógio de 70 mil euros. O reforço do Nice só se terá apercebido do roubo depois de uma sessão de treino. Esta quinta-feira, o 'L'Équipe' avança que o autor do roubo foi Lamine Diaby-Fadiga.

O avançado francês de 18 anos está a ser alvo de procedimentos disciplinares pelo clube e, segundo o diário galês, foi convocado para uma reunião com os responsáveis do Nice.

O clube vai decidir o futuro de Lamine Diaby-Fadiga brevemente e a deliberação pode mesmo passar pelo despedimento do jovem jogador.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.