O internacional português Rony Lopes voltou a marcar pelo Nice, mas não evitou a derrota da sua equipa no Parque dos Príncipes, por 2-1, ante o PSG, em jogo da 25.ª jornada da liga francesa de futebol.

Com este triunfo, o Paris Saint-Germain (com Danilo a jogar os sete minutos finais) alcança no topo o Lille, que só joga domingo, mas não deixa grandes indicações para o 'choque' europeu de terça-feira, contra o FC Barcelona.

Sem Neymar nem Di Maria, o ataque parisiense perde brilho e a equipa agora treinada por Mauricio Pochettino fica bastante longe do fulgor das últimas épocas.

Seria o PSG a abrir o marcador, por Drexler, aos 22 minutos, no seguimento de um lance em que Mauro Icardi atirou ao poste.

Di Maria está lesionado numa coxa e Neymar num adutor, pelo que foram baixas esperadas para um ataque em que falta fulgor a Kylian Mbappé. Muito rápido, protagonizou alguns 'raids', mas sempre inofensivos.

O Nice ganhou corpo no segundo tempo e Rony Lopes esteve muito perto de marcar, com um remate sobre a barra. Depois, fez mesmo o golo, aos 50 minutos, aproveitando um passe catastrófico do capitão parisiense, Marquinhos.

A equipa da Côte d'Azur quase que se adiantou, aos 61, só que o remate de Amine Gouira acabou na barra, após desvio do guarda-redes Keylor Navas.

Seria o italiano Moise Kean a salvar a sua equipa, aos 76 minutos, de cabeça e após magnífico passe de Icardi. Com este precioso tento, Kean supera as expectativas e chega aos dez golos na Liga.

Para o PSG fica o balanço positivo de não se atrasar para o Lille, que joga domingo com o Brest, mas ainda pode ser ultrapassado na tabela pelo Lyon, que encerra a ronda de hoje recebendo o Montpellier - se vencerem, chegam aos 55 pontos, mais um que o campeão e o Lille.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.