O campeonato moçambicano de futebol arranca em 05 de dezembro deste ano, após o início da prova ter sido adiado em abril, devido à pandemia de covid-19, anunciou a Liga Moçambicana de Futebol (LMF).

O presidente da LMF, Ananias Couana, citado hoje pelo diário Notícias, avançou que o organismo chegou a consenso com os 14 clubes que vão participar no Moçambola, para o início da prova em 05 de dezembro.

A data ainda terá de ser ratificada pela Assembleia-Geral da entidade, disse Couana.

O dirigente desportivo assinalou que os clubes manifestaram preocupação com a decisão de os jogos do campeonato decorrerem sem público, apontando que esse cenário vai privar as equipas de dinheiro da venda de bilhetes.

"Sem público nos campos, os clubes perdem receitas. Mas temos todos de viver este novo normal", afirmou o presidente da LMF.

A entidade, prosseguiu, vai apresentar, dentro de uma semana, soluções para a superação do défice de receitas que os clubes enfrentam.

"Queremos organizar uma prova sem sobressaltos", assegurou Ananias Couana.

As equipas apresentaram a proposta de a LMF assumir parte das despesas logísticas da prova.

"Os clubes manifestaram alguma preocupação no que toca à logística da prova, nomeadamente nas componentes de alojamento e de alimentação das delegações", acrescentou o presidente da LMF.

Os clubes defendem que o valor de 1,2 milhão de meticais (13 mil euros) que a Federação Moçambicana de Futebol (FMF) atribuiu a cada equipa é insuficiente para cobrir a perda de receitas de bilheteira.

Nesse sentido, apresentaram uma proposta no valor de cinco milhões de meticais (57 mil euros) por cada equipa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.