O jogo amigável entre Moçambique e Irão, disputado em Teerão, continua na ordem do dia em Moçambique. O encontro, disputado no dia 2 de maio, atingiu contornos políticos, com o Governo moçambicano a pedir explicações à Federação sobre os contornos da viagem.

Segundo o Jornal de Notícias, o Governo, através do Ministério da Juventude e Desporto, chegou a convocar a Federação para dar explicações sobre a viagem mas viria mais tarde a cancelar a reunião.

Ainda de acordo com o mesmo jornal, o Governo queria saber o que levou a seleção a fazer o jogo com o Irão, fora das datas-FIFA, e ainda o que terá recebido em troca. O Irão tem vindo a sofrer altas pressões da comunidade internacional devido ao seu programa nuclear.

Esta viagem dos Mambas ao Irão não terá agradado a alguns países com quem Moçambique tem relações, numa altura em que a comunidade internacional aperta o cerco ao regime de Ahmadinejad.

O Irão é treinado pelo luso-moçambicano Carlos Queirós, ele que orientou a seleção portuguesa no Mundial´2010.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.