A operadora de telemóvel Mcel vai desembolsar cerca de cinco milhões de meticais (103.000 euros ao câmbio atual) para apoiar o campeonato moçambicano de futebol, o Moçambola.

"Abraçámos este projeto porque acreditamos que é de vital importância para o desenvolvimento do nosso futebol", disse Cláudio Chiche, administrador comercial da Mcel, falando hoje à imprensa momentos após a renovação do contrato entre as duas entidades.

A Mcel apoia desde 2004 o Moçambola, a maior prova futebolística de Moçambique.

"Este ato é um sinal inequívoco de que estamos comprometidos com o desporto no país", acrescentou Cláudio Chiche, apontando o apoio financeiro como um elemento indispensável para tornar o futebol moçambicano mais competitivo.

Por sua vez, o novo presidente da Liga Moçambicana de Futebol, Ananias Couana, disse que o financiamento vai ajudar a entidade a alcançar os objetivos estabelecidos, acrescentando que, no entanto, "ainda existem muitos desafios pela frente".

"É um apoio que nos vai permitir dar continuidade às nossas atividades, com a transparência necessária", afirmou o presidente da liga, que aponta a subida de 14 para 16 clubes do Moçambola 2016 como um dos principais desafios.

A preparação para a nova temporada já começou para a maior parte das equipas que vão disputar o primeiro lugar da maior prova futebolística moçambicana, um título que em 2015 foi conquistado pelo Ferroviário de Maputo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.