O português Luís Cepeda é o novo treinador do Chibuto, equipa do Moçambola, o principal campeonato de futebol moçambicano, substituindo o controverso Abdul Omar, vítima dos maus resultados, depois de um bom desempenho na primeira volta.

Cepeda chegou há cerca de uma semana ao clube de Chibuto, a cerca de 250 quilómetros a norte de Maputo, para desempenhar funções de diretor técnico, numa altura em que a equipa se afundava na classificação.

Promovido este ano ao Moçambola, o Chibuto chegou a estar em segundo lugar, durante a primeira volta, e mantinha-se invencível em casa, mas uma série de derrotas consecutivas atirou-o para o nono lugar.

Na segunda-feira, após uma derrota por 2-0 contra o Vilanculos, a direção do Chibuto anunciou o despedimento de Abdul Omar, um técnico com fama de recorrer a feiticeiros, os "vovôs" do futebol moçambicano, para alcançar bons resultados.

Essa fama levou a que dois "grandes" de Maputo, Costa do Sol e Maxaquene, recusassem entrar pelos portões do estádio do Chibuto, saltando o muro, iludindo alegados "trabalhos" ali postos para os derrotar e conseguindo vitórias importantes.

Luís Cepeda junta-se aos treinadores portugueses Vítor Urbano (HCB) e Diamantino Miranda (Costa do Sol) presente no Moçambola.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.