O seleccionador de Portugal, que participou no “workshop” organizado pela FIFA dedicado às inúmeras questões relacionadas com as equipas nacionais e os aspectos competitivos e de arbitragem, em Sun City, no noroeste da África do Sul, declarou-se satisfeito com os resultados do encontro e pelo diálogo construtivo encetado pelos 18 seleccionadores nacionais presentes.

“A possibilidade, aberta pela FIFA, de se fazerem convocatórias novas até dois dias antes do início do Mundial em caso de lesões de um dos atletas já convocados é de grande utilidade, nomeadamente em caso de lesões de última hora de guarda-redes, por exemplo, que ocupam um lugar sensível nas equipas”, disse Carlos Queiroz à comunicação social, após o encerramento do “workshop”.

No capítulo das arbitragens, os seleccionadores qualificados para o Mundial 2010 e a FIFA debateram questões que exigem algum tipo de consenso, por tradicionalmente provocarem controvérsia, como as cotoveladas e os fora-de-jogo, revelou Queiroz.

Questionado sobre a sua aparente empatia com Dunga, apesar de Portugal e Brasil serem adversários directos no Grupo G do Mundial, juntamente com Costa do Marfim e Coreia do Norte, Queiroz confirmou que as relações entre ambos são cordiais.

“Não sei se ele (Dunga) abandonará após o Mundial, mas é verdade que as funções de seleccionador são muito desgastantes. O Brasil, como favorito maior, coloca em cima de jogadores e equipa técnica uma responsabilidade adicional. Ganharam a Taça das Confederações, a Copa América e isso faz deles os maiores candidatos a vencer o Mundial”, salientou o seleccionador de Portugal.

Queiroz admitiu, no entanto, que esse estatuto do Brasil não influi em nada na missão portuguesa.

“Nós só temos de nos concentrar na missão que temos em mãos e que é vencer, a começar pelo primeiro jogo”, concluiu o seleccionador, que passou cinco dias na África do Sul a observar de perto as instalações hoteleiras e de treinos a serem utilizadas pela selecção das “quinas” durante o Mundial, bem como vários aspectos logísticos relacionados com a competição.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.