A ausência do avançado sul-africano da lista final de Carlos Alberto Parreira tem gerado alguma polémica.

Hoje, em conferência de imprensa, o seleccionador sul-africano explicou as razões que estiveram por detrás dessa decisão: “Inicialmente tínhamos chamado 28 jogadores e só podiam ficar 23. Por isso, estabelecemos os seguintes critérios: técnico, físico, táctico, disciplina, integração e dedicação ao trabalho. Quem não ficou é porque falhou um desses critérios”

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.