A Holanda treinou esta tarde no relvado do Soccer City tendo apenas a zona das balizas restritas. O treino, sem grande novidade, acabou por despertar maior interesse do lado de fora das quatro linhas graças à mexicana Inez Sainz.

Do lado de dentro do campo, os holandeses prepararam, sob olhar atento de Bert Van Marwijk, o embate com la Roja. O seleccionador holandês tem todo o plantel à sua disposição e afasta qualquer tipo de pressão alegando que a equipa “já alcançou uma meta histórica”.

A Holanda decide amanhã com a Espanha qual a selecção a levar para casa o troféu mais apetecido.

O palco do espectáculo está praticamente pronto mas, ao longo de todo o dia, o Soccer City foi tratado e embelezado para a final.

Ao final da tarde, em pleno treino da Holanda, um batalhão de pessoas limpava, uma por uma, todas as cadeiras do estádio. Mas a grande preocupação estará no relvado, protegido neste último treino apenas na área de actuação dos guarda-redes, por ser a zona mais fustigada durante os jogos do Mundial 2010, não poderá servir de desculpa para a actuação das duas equipas.

A Jabulani também se apresenta com cores diferentes, branco e dourado, e foi essa bola que as duas finalistas utilizaram no último treino do Soccer City.

Espanha e Holanda dão o pontapé de saída para a final do Mundial 2010 às 20h30 (19h30 em Portugal) logo depois da cerimónia de encerramento onde Shakira vai apresentar, mais uma vez, o seu Waka Waka.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.