O secretário-geral da FIFA, Jérome Valcke, defendeu hoje que o Mundial do Brasil foi "um torneio grandioso", que serviu de "laboratório" para testar novas ideias e tecnologias que vão permitir uma evolução do futebol.

De acordo com Valcke, que falava na inauguração da conferência técnica da FIFA no Panamá, o Mundial2014 superou as expectativas, não só pela qualidade dos seus estádios, como também pelo desempenho das equipas, que conseguiram que os seus jogadores desse “o melhor”.

O secretário-geral da entidade que tutela o futebol mundial, citado pela EFE, destacou que as seleções se apresentaram no Brasil muito mais fortes fisicamente do que na edição anterior, na África do Sul, o que permitiu ver uma competição com grande qualidade futebolística.

Valcke acrescentou que neste Mundial se testaram “coisas novas”, como o sistema de linha de golo ou o spray usado pelos árbitros para delimitar as barreiras em caso de falta, que serão avaliados em outubro, numa reunião da FIFA que terá lugar na Irlanda do Norte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.