A Rússia apurou-se para os quartos de final do Mundial2018 de futebol, ao derrotar a Espanha no desempate por grandes penalidades (4-3), após uma igualdade 1-1 no tempo regulamentar e prolongamento.

Koke e Iago Aspas falharam os respetivos pontapés, defendidos pelo guarda-redes russo Akinfeev, enquanto do outro lado os quatro jogadores russos não falharam as respetivas conversões.

Começou melhor a Espanha, que, aos 12 minutos, se adiantou no marcador, beneficiando de um autogolo de Ignashevich, mas Dzyuba, aos 41, igualou na conversão de uma grande penalidade, marcada após mão de Piqué na grande área espanhola.

No final do jogo com a Rússia, Andrés Iniesta admitiu que não voltará a representar a seleção espanhola depois de 133 internacionalizações.

"Este foi o meu último jogo com a seleção [espanhola]. A nível individual acaba-se uma etapa maravilhosa. Não foi a despedida sonhada, mas o futebol tem destas coisas", começou por dizer Iniesta.

"É um momento difícil. Estamos tristes porque não fomos capazes de estar à altura das circunstâncias. Não fomos capazes de dar um passo em frente durante o jogo", acrescentou Iniesta sobre a eliminação de Espanha diante da Rússia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.