O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, convidou na terça-feira o futebolista francês Antoine Griezmann a visitá-lo para lhe agradecer por ter utilizado a bandeira do país na conferência de imprensa após os gauleses conquistarem o Mundial2018.

Em carta enviada ao presidente francês, Emmanuel Macron, publicada na página oficial na internet da presidência uruguaia, Vázquez convidou o avançado e deu os parabéns ao seu homólogo, ao povo gaulês, aos jogadores e à equipa técnica dos campeões do Mundo, que nos quartos de final eliminaram precisamente a seleção ‘celeste’ (2-0).

“Jamais conseguirei agradecer o gesto que fizeste pelo Uruguai, quando levantaste a bandeira do nosso país na conferência de imprensa em Moscovo”, no domingo, após a final do Mundial2018, em que os ‘bleus’ baterem a Croácia (4-2), disse o presidente uruguaio ao francês, jogador dos espanhóis do Atlético Madrid.

Na conferência de imprensa após a partida, Antoine Griezmann colocou a bandeira da ‘celeste’ nos ombros a pedido de um jornalista uruguaio, mantendo-a nos festejos dos franceses.

O atleta, de 27 anos, que marcou frente ao Uruguai nos ‘quartos’ e não comemorou, confessou após a partida diante da ‘celeste’ que foi ajudado por um uruguaio no início da sua carreira futebolística, tendo uma relação de respeito com o país sul-americano.

A França acabou na primeira posição do Grupo C, tendo batido depois a Argentina (4-3), nos oitavos de final, o Uruguai (2-0), nos ‘quartos, a Bélgica (1-0), na meias-finais, e a Croácia (4-2), na final.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.