Os Estados Unidos, ao golearem em casa o Panamá por 5-1, e o México, vencedor por 1-0 nas Honduras, colocaram-se no domingo a um ‘passo’ da fase final do Mundial de futebol de 2022.

Após a 13.ª e penúltima ronda da fase final da zona CONCACAF, que qualificou o líder Canada (28 pontos), os norte-americanos e os mexicanos passaram a somar 25, mais três do que a Costa Rica, que também venceu (2-1 no reduto de El Salvador).

Face a uma diferença de golos muito favorável, os Estados Unidos (21-8) podem até perder na quarta-feira por cinco golos na Costa Rica (11-8), enquanto os mexicanos (15-8) não devem igualmente precisar de pontuar na receção a El Salvador.

Por seu lado, os costa-riquenhos, que ficaram com mais quatro pontos do que o Panamá (quinto, com 18 pontos) garantiram desde já o quarto posto, que vale o acesso a um ‘play-off’ intercontinental com o vencedor da Oceânia.

Na ronda 13, os Estados Unidos contaram com um ‘hat-trick’ da sua maior ‘estrela’, o jogador do Chelsea Christian Pulisic, que faturou aos 17, 45+4 e 65 minutos, os dois primeiros de penálti.

Em Orlando, Paul Arriola, aos 23 minutos, e Jesús Ferreira, aos 27, apontaram os outros tentos dos anfitriões, enquanto os panamianos reduziram aos 86, por Aníbal Godoy.

Ao contrário das facilidades do Estados Unidos, o México sofreu para vencer nas Honduras, o que conseguiu graças a um tento solitário de Edson Álvarez, jogador do Ajax, aos 70 minutos.

Em São Salvador, só aconteceram golos na primeira parte, com os costa-riquenhos a adiantarem-se aos 30 minutos, por Anthony Contreras, e os locais a responderem logo a seguir, aos 31, por Cristian Gil.

A última ‘palavra’ pertenceu, no entanto, ao ex-‘leão’ Joel Campbell, que deu o triunfo à Costa Rica, aos 45+1 minutos.

No primeiro encontro da ronda, o Canadá assegurou um lugar na fase final, 36 anos depois, ao golear em casa a Jamaica por 4-0, com dois golos em cada parte.

Cyle Larin (13 minutos), Tajon Buchanan (44), Junior Hoilett (83) e Adrian Mariappa (88, na própria baliza) marcaram os tentos dos anfitriões, que contaram no ‘onze’ com o portista Stephen Eustáquio, substituído aos 70 minutos.

A formação canadiana só tinha estado na fase final do Mundial em 1986, no México, onde perdeu os três jogos efetuados no Grupo C, perante França (0-1), Hungria (0-2) e União Soviética (0-2), acabando no 24.º e último lugar.

Os três primeiros da zona CONCACAF qualificam-se diretamente para a fase final do Mundial2022, enquanto o quarto vai disputar um ‘play-off’ intercontinental com o vencedor da Oceânia.

Na fase final, já estão 20 seleções, o Canada, quatro da América do Sul (Argentina, Brasil, Equador e Uruguai), 10 da Europa (Alemanha, Bélgica, Croácia, Dinamarca, Espanha, França, Inglaterra, Países Baixos, Sérvia e Suíça) e cinco da Ásia (Arábia Saudita, Coreia do Sul, Irão, Japão e o anfitrião Qatar).

O Mundial de 2022 realiza-se no Qatar, de 21 de novembro a 18 de dezembro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.