Luis Enrique fez uma declaração curiosa, quando questionado se sofre mais como jogador ou como treinador da Espanha, antes do último jogo do apuramento para o Mundial2022.

"Acontece o mesmo agora como era antes, durmo como uma criança antes do jogo e depois não durmo, nem que esteja bêbado", contou.

Sobre o jogo decisivo contra a Suécia, o selecionador de La Roja pediu a presença dos adeptos em Sevilha para ajudar a equipa a vencer.

"Espero que os adeptos venham e nos ajudem nos momentos mais difíceis. Não haverá festa até que o jogo termine. O nosso objetivo é selar a classificação com uma vitória, mas temos um adversário difícil pela frente. Não vou mudar nada, a não ser algumas nuances. A Suécia defende muito bem e têm jogadores rápidos na frente, o que nos vai causar problemas. No Europeu estivemos melhores e não creio que tenhamos merecido a derrota em Estocolmo. Mas o futebol não conhece méritos ou justiça, só conhece resultados. É por isso que precisamos do público, porque com ele somos mais fortes e eles mais fracos", atirou.

Sobre Ibrahimovic, estrela da seleção sueca, Luis Enrique disse o seguinte:

"É problema do treinador da Suécia. Nunca me cruzei com Ibrahimovic quando jogou no Barcelona. A verdade é que com ele o jogo direto melhora, mas isso é apenas uma parte do ataque. Ibrahimovic potencia os passes longos da Suécia, mas vamos ver se será titular. Se jogar, vamos tentar condicioná-lo, mas será impossível fazê-lo a 100%", finalizou.

Um empate basta para a Espanha garantir o primeiro lugar e o apuramento direto, a Suécia terá de vencer para não ir aos play-offs.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.