Edgar Borges não renega a 'herança' de uma seleção que é vice-campeã do Mundo de sub-20 e sonha levar Portugal ao topo no próximo Campeonato do Mundo de sub-20, na Turquia, entre 21 de junho e 13 de julho.

«Estou de acordo com o que o vice-presidente Humberto Coelho disse... Todos sonhamos com o melhor e quem não sonha não pode estar num projeto destes. Sabemos que vai ser muito difícil e estamos conscientes das dificuldades, mas estamos orgulhosos por ter esse peso nos nossos ombros», afirmou esta tarde o selecionador português deste escalão, na conferência de imprensa de apresentação dos convocados para a prova, realizada na sede da FPF, em Lisboa.

«Depois de passar a fase de grupos tudo pode acontecer», relembrou o técnico, que irá disputar a passagem com as seleções da Nigéria, Coreia do Sul e Cuba.

Sobre a entrada na prova e a importância de que se reveste o primeiro jogo, com a Nigéria, Edgar Borges considera-o uma «final». «Vão ser finais consecutivas e a primeira é com a Nigéria. A Nigéria é uma excelente equipa e uma das bandeiras do futebol africano», frisou o selecionador de sub-20, descartando um eventual relaxamento dos jogadores pela recente vitória sobre os nigerianos no torneio de Toulon.

Os 21 jogadores chamados para o Mundial sub-20 foram revelados esta tarde, numa lista onde figuram alguns nomes já bem cotados no futebol português, como Bruma, Ilori e André Gomes.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.