O selecionador da Rússia, Fabio Capello, fez a antevisão do próximo jogo no Estádio da Luz diante Portugal e considerou quea formação lusa ainda tem hipóteses de carimbar o passaporte para o Mundial 2014 no Brasil.

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo de qualificação, o técnico italiano abordou vários assuntos relacionados com a seleção russa e o próximo adversário do líder do grupo F. Fabio Capello considera o encontro de elevado grau de dificuldade mas também deixou a garantia de que as suas equipas «jogam sempre para vencer».

«Não se pode jogar para o empate. O que pode acontecer é o adversário obrigar-nos a jogar à defesa, mas essa não é a minha mentalidade», terá dito o técnico italiano após um circuito complexo de tradução entre italiano, russo e português.

Sobre a curta margem de erro de Portugal para o apuramento, o experiente treinador lembrou que ainda há muitos pontos em disputa e que o jogo de sexta-feira será igualmente importante para a Rússia.

«É um jogo importante para ambas as seleções. Há muitos pontos em disputa, está tudo em aberto. É exagerado falar em vida ou morte para Portugal», afirmou Fabio Capello.

Questionado sobre a possibilidade de Cristiano Ronaldo não marcar presença no Brasil em 2014, o selecionador russo reformulou a pergunta e lembrou que a questão deveria ser em torno da possível ausência de Portugal de um campeonato do Mundo.

«A pergunta devia ser feita de outra maneira: se imagino um Mundial sem Portugal, uma nação do futebol. Cristiano Ronaldo é um grande jogador português mas não é Portugal», atiro Capello.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.