Diego Alonso, selecionador do Uruguai, fez este domingo a antevisão do jogo diante de Portugal, a contar para a segunda ronda do grupo H do Campeonato do Mundo.

O treinador dos sul-americanos afirma que a sua equipa reagiu bem após o empate diante da Coreia, mas admite que são precisas algumas alterações para o jogo desta segunda-feira.

"Não sobrevalorizamos nem subestimamos ninguém. Mas temos de modificar algumas coisas, temos de romper mais por dentro ou por fora, ser mais dinâmicos, algo que já fizemos várias vezes no passado. Assim, daremos mais hipóteses aos nosso jogadores com mais qualidade", afirmou Diego Alonso.

As duas seleções reencontram-se quatro anos após o jogo dos oitavos de final do Mundial de 2018, na Rússia. Diego Alonso acredita que será um jogo totalmente diferente daquele ocorrido há quatro anos atrás.

"São jogos diferentes, trata-se de uma boa equipa, com um treinador que há está muito com aquele grupo, é uma história distinta de há 4 anos. Os jogadores são diferentes e as circunstâncias também. Tudo isso vai levar a que o jogo tenha dinâmicas diferentes e até um resultado diferente", disse o selecionador uruguaio.

A seleção azul-celeste conta com alguns jogadores que alinham e que já alinharam em equipas portuguesas; Alonso admite que as informações que esses jogadores possuem da sua experiência em Portugal pode ser benéfica para o jogo com a equipa lusa.

"Os jogadores que jogam em Portugal, como o Coates, o Ugarte e até o Darwin, que jogou no Benfica, ajudam a desmontar melhor a equipa portuguesa e claro que naturalmente lhes fizemos perguntas. Mas isso não significa que tenham jogado diante de Portugal. Somos um grupo e ajudamo-nos uns aos outros. Se temos dúvidas, claro que perguntamos. Mas esse conhecimento não dá vantagem a esses jogadores que referiu para serem titulares amanhã", sublinhou o treinador uruguaio.

O Uruguai tem apenas um ponto no grupo H, resultado do empate diante da Coreia do Sul na primeira jornada. Os sul-americanos precisam de vencer para facilitar as suas contas no apuramento para os oitavos de final do Mundial.

O SAPO está a acompanhar o Mundial mas não esquece as vidas perdidas no Qatar. Apoiamos a campanha da Amnistia Internacional e do MEO pelos direitos humanos. Junte-se também a esta causa. 

Tudo sobre o Mundial2022: jogos, notícias, reportagens, curiosidades, fotos e vídeos

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.