Luis Enrique vai deixar o comando técnico da seleção espanhola de futebol, após o fim do contrato que vigorava até ao Mundial2022, confirmou hoje a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF).

“A RFEF quer agradecer o trabalho de Luis Enrique e de toda a sua equipa técnica à frente da seleção nacional durante os últimos anos”, lê-se no comunicado hoje divulgado pelo organismo, dois dias depois da eliminação no Mundial2022.

A Espanha foi afastada do Campeonato do Mundo por Marrocos, adversário de Portugal nos quartos de final, após o empate 0-0 no tempo regulamentar e no prolongamento, desfeito no desempate através de grandes penalidades (3-0).

“A direção desportiva da RFEF apresentou ao presidente um documento em que se determina o arranque de um novo projeto para a seleção espanhola de futebol, com o objetivo de continuar o crescimento alcançado nos últimos anos graças ao trabalho realizado por Luis Enrique e pelos seus colaboradores”, prossegue o comunicado.

Tudo sobre o Mundial2022: jogos, notícias, reportagens, curiosidades, fotos e vídeos

Luis Enrique, de 52 anos, chegou à ‘roja’ em julho de 2018, quando sucedeu a Fernando Hierro, numa experiência que interrompeu durante cinco meses, devido a problemas familiares, em 2019.

O asturiano, que já treinou as equipas do FC Barcelona, FC Barcelona B, Roma e Celta de Vigo, levou a seleção espanhola a duas ‘final four’ da Liga das Nações, tendo perdido a final frente à França em 2021, e às meias-finais do Euro2020, quando ‘caiu’ diante da Itália, por 4-2 nas grandes penalidades, depois da igualdade 1-1.

“A RFEF deseja energicamente a melhor das sortes a Luis Enrique e à sua equipa de trabalho nos seus futuros projetos profissionais. O técnico leva o carinho e a admiração dos seus colaboradores na seleção e em toda a federação, que será sempre a sua casa”, remata o organismo que tutela a modalidade em Espanha.

O SAPO está a acompanhar o Mundial mas não esquece as vidas perdidas no Qatar. Apoiamos a campanha da Amnistia Internacional e do MEO pelos direitos humanos. Junte-se também a esta causa. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.