O avançado Karim Benzema, afastado do Mundial2022 por lesão, afirmou hoje que optou por deixar a seleção francesa para que outro futebolista possa ocupar o seu lugar e “ajudar” a França na prova que vai decorrer no Qatar.

“Nunca desisti na minha vida, mas esta noite tenho que pensar na equipa, como sempre fiz. A razão diz-me para deixar o meu lugar para alguém que possa ajudar o nosso grupo a fazer um bom Campeonato do Mundo. Obrigado por todas as mensagens de apoio”, lê-se na página oficial de Benzema na rede social Instagram.

O atual vencedor da Bola de Ouro e jogador do ano da FIFA vai falhar o Mundial2022 devido a uma lesão na coxa esquerda sofrida durante um treino, anunciou a Federação Francesa de Futebol (FFF), em comunicado, embora ainda não tenha anunciado quem será substituto do avançado do Real Madrid.

“Com uma lesão na coxa esquerda, Karim Benzema é obrigado a desistir do Campeonato do Mundo. O avançado sentiu dores no treino e fez uma ressonância magnética num hospital de Doha que confirmou o problema e que exigirá no mínimo três semanas de recuperação”, lê-se numa nota publicado no site oficial da FFF.

Tudo sobre o Mundial2022: jogos, notícias, reportagens, curiosidades, fotos e vídeos

Benzema, de 34 anos, já tinha falhado o Mundial2018, na Rússia, em que a seleção francesa conquistou o troféu, mas devido a problema disciplinares com a FFF.

“Estou extremamente triste por Karim, que fez desde Mundial o seu grande objetivo. Apesar deste novo golpe para a seleção francesa, tenho total confiança no meu grupo. Tudo faremos para cumprir o imenso desafio que nos espera”, disse o selecionador gaulês, Didier Deschamps, em declarações divulgadas também pela FFF.

Horas antes, a imprensa francesa já tinha dado conta que o jogador do Real Madrid tinha saído mais cedo do treino da França, avançando apenas que a sua presença no jogo de estreia dos gauleses poderia estar em risco.

Este foi mesmo o primeiro treino de Benzema a trabalhar integrado com a restante colegas de seleção, depois de vários dias limitado por causa de problemas físicos.

Antes de integrar os trabalhos dos atuais campeões mundiais, o avançado de 34 anos, vencedor da última Bola de Ouro e do prémio de jogador do ano da FIFA, já vinha a ser poupado no Real Madrid, por causa de questões musculares.

Benzema é o primeiro Bola de Ouro a falhar o Mundial seguinte à sua coroação desde 1978, quando Allan Simonsen, premiado em 1977, viu a Dinamarca falhar a qualificação.

A França vai disputar o Grupo D com Dinamarca, Tunísia e Austrália, estreando-se precisamente na terça-feira frente aos australianos, em Al Wakrah.

O SAPO está a acompanhar o Mundial mas não esquece as vidas perdidas no Qatar. Apoiamos a campanha da Amnistia Internacional e do MEO pelos direitos humanos. Junte-se também a esta causa. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.