O selecionador das Honduras, Luis Fernando Suarez, manifestou hoje vontade de deixar o cargo após a derrota frente à Suíça por 3-0, em jogo do grupo E do Mundial de futebol, no Brasil.

“A minha decisão de parar é unilateral. Não sei o que os dirigentes têm em mente, mas eu quero trabalhar noutro sítio”, explicou o treinador colombiano de 54 anos, que é selecionador das Honduras desde 2011.

Segundo Suárez, tinha ficado acertado com os dirigentes da Federação Hondurenha que se iria aguardar pelo desfecho do Mundial para avaliar a vontade de continuar ou não das duas partes.

“Terminada a participação no Mundial, fico com a sensação de que o meu trabalho chegou ao fim. É difícil abordar esta questão sem me emocionar, mas vou ficar tranquilo e começar a procurar emprego”, disse o selecionador das Honduras, assumindo “não estar feliz”, mas enaltecendo o trajeto que fez com a seleção hondurenha.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.