Holanda e Espanha entram para esta final do Campeonato do Mundo de 2010 sem grandes surpresas nos respectivos 'onze'.

O seleccionador holandês Bert Van Marwijk aposta no onze mais habitual neste Mundial e têm em Sneijder e Robben as grandes armas para vencer a 'Armada Espanhola'.

Por outro lado, Vicente del Bosque manteve a estratégia já utilizada contra a Alemanha nas meias-finais e deixou de fora Fernando Torres, apostando em Pedro Rodriguez.

Holanda: Stekelenburg; Van der Wiel, Heitinga, Mathijsen e Van Bronckhorst; Bommel, De Jong, Kuyt, Sneijder e Robben; Van Persie;

Espanha: Casillas; Sergio Ramos, Puyol, Piqué e Capdevilla; Xabi Alonso, Busquets, Xavi e Iniesta; Pedro Rodriguez e David Villa;

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.