O futebolista internacional inglês Adam Johnson foi condenado hoje a seis anos de prisão por de assédio sexual a uma menor de 15 anos, por sentença de um tribunal de Bradford.

Johnson, de 28 anos, com quem o Sunderland rescindiu contrato na sequência deste processo, tinha admitido a acusação de ter beijado a menor e de a ter assediado através da internet, mas negou as outras duas acusações de atividade sexual com a rapariga.

O tribunal acabou por ilibar o jogador, que também representou o Middlesbrough, Leeds, Watford e Manchester City, em relação à mais grave das acusações de atividade sexual com a menor.

Os encontros entre Johnson e a menor ocorreram a 17 e 30 de janeiro do ano passado, depois de o ex-jogador do Sunderland ter começado a trocar mensagens nas redes sociais com a jovem, que deu a conhecer ao ex-internacional a sua idade.

Numa declaração lida pela polícia, a menor – que não foi identificada – afirmou-se “usada” por Johnson.

A 11 de fevereiro, o Sunderland anunciou a rescisão “com efeitos imediatos” do contrato com o futebolista internacional inglês.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.