A Polícia Metropolitana disse esta segunda-feira que não vai avançar com nenhuma ação na sequência da investigação à faixa dos adeptos do Crystal Palace que protestavam contra a aquisição do Newcastle pelos sauditas.

A faixa, exposta no Selhurst Park durante o empate de 1-1 do Crystal Palace com o Newcastle no sábado, questionava as questões de direitos humanos na Arábia Saudita e criticava os proprietários e diretores da Premier League.

A Premier League deu sinal verde para a aquisição do Newcastle, apesar do fundo soberano saudita ser o financiador maioritário do negócio.

Uma declaração na conta oficial do Twitter da Polícia Metropolitana de Croydon dizia: "No sábado, um adepto contactou-nos com algumas preocupações sobre a faixa exibida no jogo Crystal Palace - Newcastle em Selhurst Park."

"Depois de uma avaliação, os oficiais concluíram que nenhum crime foi cometido. Nenhuma ação adicional será tomada."

A faixa apresentava ilustrações de um homem vestido com roupas tradicionais árabes ao lado de uma representação do presidente-executivo da Premier League, Richard Masters.

Por baixo da frase 'Teste dos Proprietários da Premier League' estavam as palavras 'terrorismo, decapitação, abusos dos direitos civis, assassinato, censura e perseguição'.

O grupo de adeptos do Crystal Palace, chamado Holmesdale Fanatics, que fez a bandeira, acusou a Premier League de hipocrisia.

Num comunicado do grupo pode ler-se: "A aquisição do Newcastle liderada pelos sauditas recebeu corretamente condenação e raiva generalizadas".

"Aceitar este acordo num momento em que a Premier League está a promover o futebol feminino e iniciativas inclusivas, como braçadeiras arco-íris, mostra a hipocrisia total em jogo e demonstra a agenda sem alma da liga, onde os lucros superam tudo."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.