Ramires encontra-se, neste momento, em Leicester nos trabalhos da selecção brasileira que prepara o jogo particular com a Ucrânia.

Em declarações à imprensa, o jogador brasileiro referiu que ainda não está totalmente adaptado ao seu novo clube desta temporada: “Não estou adaptado ainda, mas estou  a dar o máximo. A maior dificuldade é a língua. Às vezes você quer conversar com alguém e não consegue falar ou entender o que a pessoa está a dizer. Aos poucos, eu melhoro”.

Ramires foi um dos jogadores que esteve presente no Mundial de futebol 2010, ao serviço da selecção brasileira comandada por Dunga. Apesar da mudança de seleccionador (actualmente liderada por Mano Menezes), o médio continua a entrar nas contas da “canarinha”: Eu preciso de dar sequência ao trabalho que tenho vindo a fazer no Chelsea, para poder continuar a ter oportunidades na selecção agora com o Mano Menezes”.

O encontro Brasil – Ucrânia está marcado para esta segunda-feira, a partir das 19h45.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.