O veterano técnico escocês, de 68 anos, substituiu Ron Atkinson no banco dos “Red Devils” em Novembro de 1986 e, desde então, já conquistou 26 grandes títulos, incluindo 11 da Liga inglesa e dois da Liga dos Campeões.

Ferguson não teve oportunidade de celebrar o recorde de longevidade no banco de suplentes, já que o “clássico” agendado para hoje com o Chelsea foi adiado devido ao manto de neve que cobre o estádio Stamford Bridge, em Londres.

Sir Alex Ferguson sucede como treinador com mais anos no comando da equipa de Old Trafford ao seu compatriota escocês Matt Busby, que morreu em 1994 e treinou o United entre 1945 e 1969 e depois entre 1970 e 1971.

“Tenho ideia de que Matt Busby esteve cá uma eternidade. Ele começou depois da guerra e durou até à vitória de 1968. Ele teve de reconstruir a equipa depois de Munique, um momento muito forte”, afirmou o treinador, referindo-se ao desastre aéreo de 1958, em que morreram 21 pessoas, entre as quais sete jogadores do Manchester United.

Ferguson só muito recentemente se apercebeu de que iria entrar para a história do clube: “Nunca imaginei ficar por cá tanto tempo, particularmente no futebol moderno”, disse.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.