Antonio Conte venceu a batalha que tinha com o Chelsea em tribunal, na sequência da sua demissão em julho de 2018, para dar lugar a Maurizio Sarri.

De acordo com o jornal britânico Mirror, o clube londrino vai ter de indemnizar Antonio Conte em cerca de 100 mil euros, por ter despedido o treinador italiano "injustamente", conforme deu conta o juiz Andrew Glennie.

Quando despediu Conte - faltavam ainda 12 meses de contrato - Roman Abramovich transferiu para a conta do treinador apenas 85 mil euros, alegando justa causa. Conte não ficou satisfeito e processou o clube inglês. O tribunal do trabalho deu-lhe razão.

"A queixa de despedimento injusto é bem fundamentada. O [Chelsea] irá pagar ao queixoso um prémio básico de 1.766 euros e um prémio compensatório de 97.534 euros, o que perfaz um total de 99.310 euros", indica a sentença.

No total, o atual treinador do Inter Milão e a sua equipa técnica garantiram um total de 31 milhões de euros, a maior indemnização de sempre no futebol inglês.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.