O avançado uruguaio do Paris Saint-Germain, Edinson Cavani, saiu em defesa do compatriota do Liverpool, Luis Suarez, que acusou o clube de não cumprir com a promessa feita há um ano de o deixar sair caso houvesse uma boa proposta.

«O treinador do Liverpool pode falar sobre lealdade e falta de respeito, mas se calhar ele precisa de ler no dicionário o que essas palavras querem dizer. Suarez teve na época passada a oportunidade para ir para um clube grande como a Juventus, que venceu o campeonato, mas preferiu ficar a lutar com a camisola do Liverpool. Isso é o que eu chamo de lealdade», afirmou Cavani em declarações ao Daily Mail.

Brendan Rodgers não pretende deixar sair Suarez, afirmando mesmo que «vai chegar um momento em que ele irá perceber que não vai ser vendico e ele irá dar cem por cento pelo clube».

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.