No último dia do mercado de transferências em Inglaterra, o avançado internacional uruguaio Edinson Cavani, que estava livre desde que em junho deixou o Paris Saint-Germain, assinou por uma temporada com o Manchester United. No entanto, Cavani admite que esteve perto de pendurar as chuteiras.

"À margem do futebol, primeiro está a saúde da família. E quando alguém está no seu habitat, perto da família, na sua terra... Pensei realmente em parar de jogar e ficar no campo, esperando que tudo isso passasse", revelou o avançado uruguaio, acrescentando que "tudo o que está a acontecer no mundo dói e gera muita incerteza, porque ninguém sabe qual será a solução", em declarações a uma rádio argentina.

Edinson Cavani, de 33 anos, era um jogador livre, após ter chegado ao fim a ligação de sete anos ao Paris Saint-Germain. Desde então, foi apontado a vários clubes e chegou a estar perto de reforçar o Benfica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.