Detentor do título - venceu o Everton na final da época passada -, o Chelsea apresentou-se com os internacionais portugueses Deco (substituído aos 79 minutos) e Paulo Ferreira (Hilário ficou no banco e Bosingwa e Ricardo Carvalho continuam lesionados) e, embora sem deslumbrar, conseguiu o acesso ao jogo decisivo.

Na primeira parte do encontro - e perante 85 897 espectadores -, o Aston Villa apareceu melhor que o líder da Liga inglesa e foi prejudicado aos 16 minutos, quando o árbitro Howard Webb não assinalou uma grande penalidade cometida por Obi Mikel sobre Agbonlahor.

Já no segundo tempo, a antiga formação treinada por José Mourinho começou a desenhar o triunfo aos 67 minutos: na sequência de um canto, e após remate de John Terry, o internacional da Costa do Marfim Didier Drogba desviou para golo, à entrada da pequena área.

Aos 89 minutos, o internacional francês Florent Malouda aproveitou um passe bem medido do alemão Michael Ballack para fazer o segundo tento e, aos 95, Frank Lampard sentenciou a partida em contra-ataque.

O Portsmouth, que hoje ficou "condenado" à descida à segunda divisão devido à vitória do West Ham sobre o Sunderland por 1-0, joga domingo com o Tottenham o acesso ao outro lugar na final.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.