Dois golos do brasileiro Willian não foram suficientes para o Chelsea superar hoje o West Ham (3-2), no encontro da 32.ª jornada da primeira liga inglesa de futebol, e desperdiçou a oportunidade de se isolar no terceiro lugar.

A equipa de Frank Lampard não conseguiu aproveitar a derrota (2-1) do Leicester horas antes, frente ao Everton, e mantém-se em quarto, com 54 pontos, enquanto a vitória caseira deu ao West Ham um ânimo importante para a manutenção, agora com 30 pontos, no 16.º lugar.

No Estádio Olímpico de Londres, os ‘Hammers’ até foram os primeiros a mexer com o marcador, porém o tento apontado pelo checo Soucek, aos 34 minutos, viria a ser anulado pelo vídeoárbitro, por um suposto fora de jogo no lance.

Os ‘blues’ responderam com uma grande penalidade convertida por Willian, uma vantagem que durou pouco, já que o médio Soucek (45+2), desta vez a contar, cabeceou para o fundo da baliza, beneficiando da má saída do guarda-redes Kepa Arrizabalaga.

No segundo tempo, o West Ham operou mesmo a reviravolta, por Michail Antonio (51), e, novamente de bola parada, o Chelsea repôs a igualdade, que de nada valeu, já que o ucraniano Yarmolenko (90) saiu do banco de suplentes para dar a vitória aos locais, que tiveram Xande Silva na ficha de jogo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.