Depois de duas vitórias por 6-0 nas duas primeiras jornadas, o Chelsea teve hoje uma prestação bem menos exuberante frente ao Stoke City, que o ano passado até acabou goleado por 7-0 no jogo que deu o campeonato à equipa de Carlo Ancelotti.

O Chelsea entrou no jogo algo hesitante e cedo se percebeu que a estratégia do Stoke passava por preservar o empate o mais longamente possível.

Contudo, a estratégia até podia ter saído furada bem cedo, não fosse Lampard ter falhado um pénalti logo aos 11 minutos, numa defesa fácil de Sorensen.

Contudo, a vantagem dos blues acabaria por se instalar à passagem da meia hora. Terry arranca com a bola controlada da defesa e já na metade do Stoke isola Malouda, que sem dificuldades bateu o desamparado Sorensen.

O golo não desfez a muralha dos visitantes e manteve-se a toada morna no encontro, com o Stoke a criar bastantes dificuldades à circulação de bola dos londrinos.

Já na segunda parte Petr Cech ainda apanhou um susto com uma bola na trave, mas aos 76’ Drogba acabou por selar o resultado final em 2-0, mais uma vez graças a um pénalti. Anelka foi derrubado na área a e o costa-marfinense fuzilou Sorensen e acabou com as dúvidas relativamente ao vencedor.

Com o resultado feito, nota ainda para a estreia do ex-benfiquista Ramires com a camisola dos blues, ao entrar aos 85’ para o lugar de Michael Essien.

Com esta vitória o Chelsea comanda o campeonato, com nove pontos conquistados em três jogos e um total de 14 golos marcados e zero sofridos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.